Rita Lee conquista público na segunda edição do Rolling Stone Live


A segunda edição do Rolling Stone Live aconteceu na terça-feira, 28, em evento realizado na Pacha, em São Paulo. Parceria entre a Rolling Stone Brasil e a Converse, a festa contou com show de Rita Lee, que mostrou ao público diversos hits de sua carreira.

Após o público tomar todo o espaço da pista, pouco antes das 23h, as luzes do palco em que Rita Lee se apresentaria se apagaram, acordes de guitarra ressoaram e, após ter os holofotes para si, ela entoou o primeiro verso de “Agora Só Falta Você”. O público presente correspondeu ao chamado e acompanhou a cantora na sequência de hits que viriam a seguir.

Rita Lee deixa praticamente tudo em família: enquanto seu filho Beto Lee faz a guitarra-base, o marido Roberto Carvalho lidera a guitarra-solo. Ambos demonstraram entrosamento, como na cover de “A Hard Day’s Night”, dos Beatles, em que as guitarras dos dois deram um tom de blues à canção. Mas quem estava lá se empolgou mesmo quando do palco, com luzes vermelhas como os cabelos de Rita, saíram os primeiros versos de “Doce Vampiro”. Em dado momento, a plateia cantou sozinha a canção, acompanhada apenas dos instrumentos.

Com simpatia, a cantora emendou, em tom de brincadeira, alguns comentários sobre o frio que pairava sobre a capital paulistana: “Ficar velho é uma merda, com o frio eu encolho. Aí olho no espelho e vejo: Madre Teresa de Calcutá. A Sibéria é aqui, Rolling Stone!”. Ela ainda fez piada ao citar Ozzy Osbourne, referindo-se a ele como seu “irmão gêmeo”.

Com canções como “Ovelha Negra”, “Lança Perfume” e “Mania de Você”, Rita conquistou o público e, ao final, com “Erva Venenosa”, conseguiu coro por um bis – mas a segunda edição da Rolling Stone Live já estava completa.


Por Bruno Raphael publicado no site Rolling Stone em 29/06/2011.







Escreva um comentário