‘Só sou viciada em Coca-Cola’


Rita Lee lança ‘Reza’, disco produzido na sua ‘garagem’, e nega ter outros vícios



Em ‘Tô um Lixo’, terceira faixa do álbum ‘Reza’ — primeiro de inéditas em nove anos —, Rita Lee canta: “Parei de fumar/ Parei de beber/ Parei de jogar/”. Duas músicas depois, ainda em tom confessional, ela prossegue assim em ‘Vidinha’: “Não uso mais droga/ Tomo ansiolítico/ Em estado crítico/ Na crise de pânico”. Para um ouvinte desavisado, pode até parecer que a cantora está numa pior, mas, segundo a ruiva, não passam de boatos.
“Mas por que vocês acham que toda a letra é autobiográfica? Já vivi muita tarja preta nessa vida, mas hoje só sou viciada em Coca-Cola. ‘Vidinha’ foi inspirada num amigo meu que acha tudo uma m… ‘Tô um Lixo’ é sobre uma perua que vi no dentista”, explica a Rainha do Rock, que, como de costume, volta a ocupar o topo das paradas.
O novo álbum, construído na “garagem” de sua casa, com o eterno parceiro Roberto de Carvalho, chegou à primeira posição no iTunes essa semana. “Somos uma dupla há 36 anos. O que um toca o outro dança. Um mete a colher no caldeirão do outro”, brinca ela, sem revelar de quem é o toque de Midas.
Dessa vez, além de colaborar em quase todas as 14 faixas, Roberto também fez a arte do CD. “ Sempre gostei de fotografia. Fiz várias versões de capa. Minha escolhida era uma de rosto inteiro, mas ela não queria capa carão”, diz o multi-instrumentista.‘Reza’, segundo Roberto, tem todos os elementos de um disco pop. “Gostamos de rock, MPB, eletrônica e bossa-nova. Só um imbecil não sabe que atirar em muitos lados faz parte da dinâmica”, defende ele.
Um desses tiros acerta na psicodelia dos Mutantes. Em ‘Pow’, Rita toca o theremim, que emite sons a partir da proximidade dos dedos. “Tudo que faço de bom dizem que tem cara de Mutantes e o que julgam ruim tem a minha cara. Modéstia à parte, depois de minha saída do trio, a coisa daquele lado ficou meio devagar”, debocha ela, que anda meio preguiçosa. “Para fazer show a essa altura, eu teria que treinar com Anderson Silva”, diz. Mas ‘Reza’ não merece um registro? “Gravações só no conforto da minha garagem cheirosa”, avisa a doce aposentada.



2 comentários para ‘Só sou viciada em Coca-Cola’

  • curti muito o disco, como fã ha mais de 30 anos que sou (temho 45!)foi uma delicia chegar em uma loja e pedir: “Tem o novo da Rita Lee?”…adorei

  • Arqui

    E quem nunca se viciou na coca-cola, apesar que dizem que estraga os dentes, fodas né, a gente tem os dedos ainda pra escrever…rs…sucesso.

Escreva um comentário