Rita Lee volta com tudo e espanta todos os males


‘Reza’ rompe com o hiato de nove anos sem lançar inéditas e mostra maturidade e experiência da cantora



Passados nove anos sem lançar um disco de inéditas, Rita Lee quebra o jejum com “Reza”, uma autobiografia de 14 faixas cínicas e sinceras, à altura de sua experiência de 47 anos de rock ‘n’ roll. 
No trabalho, o misticismo, a psicodelia, o tropicalismo, a ironia e o transcendentalismo se misturam e se confundem nos acordes de guitarra e nas batidas eletrônicas. Sem dúvida, é um álbum que deve agradar tanto aos velhos como aos novos fãs. Para captá-los, até a Globo ajudou: a faixa-título faz parte da trilha sonora da novela “Avenida Brasil”. 

Os créditos, contudo, não devem ser dados apenas a Rita. “Reza” é fruto de mais uma parceria com o marido Roberto de Carvalho, responsável pela produção, pelos instrumentos e ainda pelas fotografias do álbum. 

“Dá uma baita segurança saber que o Bob pilota a nave. O que um pensa, o outro faz. Quando um não quer, dois brigam”, conta a cantora. “A sonoridade chique em cada uma das faixas se deve às orquestrações do maestro do bom gosto e meu namorado há 35 anos”, completa. 

Além da faixa-título, um forte candidato a hit é “Paradise Brasil”. Cantada na maior parte em inglês, a música é uma sátira confessa ao país e, ao mesmo tempo, poderia ser uma dessas febres que tocam no mundo todo. 

Não importa a idade (64 ou 67 anos?), Rita Lee sempre será uma letrista inconfundível e excelente. Exemplos disso não faltam no novo trabalho. “Faço terapia, malho todo dia, pratico yoga, não uso mais droga, ô vidinha de merda”, canta em “Vidinha”, uma autoironia descarada. 

Com onomatopeias, palavras sem nexo, neologismos, inglês, espanhol, italiano e um pouco de português, o disco mostra que a cantora ainda tem muito a ensinar para as novas gerações do rock. 
Resta agora saber se ela seguirá a promessa de parar com os shows, após a polêmica despedida, em janeiro, ou se vai fará uma turnê de “Reza” , que deveria ser feita, no mínimo, para propagar a genialidade do trabalho.


Publicado no jornal Destak em 07/05/2012.

7 comentários para Rita Lee volta com tudo e espanta todos os males

  • cintia pereira

    Adorei todas de REZA ! Rita Lee na melhor versão ! E agora estou babando com o VINIL !!

  • Neusa Vieira Lima

    Olá querida Rita Lee, sou sua fã, adoro suas músicas você é uma verdadeira Diva, do Rock.Estou com muitas suadades de vê-la na Tv. gostaria de saber quando fará shows em São Paulo, já assisti alguns de seus shows é maravilhoso! Que Deus te abençoe podeosamente, beijos

  • karen j mota

    gosto muito das musicas das rita lee em especial a fulana

  • karen j mota

    gostei da musica a reza e tambem as loucas as outras dose musicas ainda não ouvi mas provavelmente são boas e a rita quem ta cantando

  • sandra

    simplismente Fantástica,talento ácido,venenoso,contagiante,amo de paixao,pra sempre Rita Lee.

  • José Ivã Bezerra Soares

    Rita Lee! Esse nome já diz tudo. Sou fã incondicional dela desde os idos setentas. E quando ela lançou “Babilônia” eu cursava o ensino médio (antigo científico) e a minha turma era louca por ela. Ai veio a consagração com o disco de 79 “Rita Lee”. Quase pirei! Pensava em Rita Lee 30 horas por dia! Respirava Rita. Meus amigos e familiares pensavam que eu havia me desequilibrado de vez rss. Hoje adulto, tenho 90 por cento de seus discos. Não tenho 100 porque não os encontro mais. Eu amo Rita Lee, admiro Rita Lee,reconheço (assim como qualquer pessoa inteligente e sensata) que essa cantora/compositora é ímpar, maravilhosa e eternmanete rainha do rock. Um beijão para ela e para todos os fãs dela.

  • adorei o disco, sou fã de Rita desde os 6 anos de idade…hoje, com 45, lembro do tempo em que comprava o vinil de “lança perfume”…o tesão é o mesmo, fui a loja e pedi “tem o novo da Rita Lee?”………..delicia, em casa me deliciei!!

Escreva um comentário