Rita Lee (Ginásio Poliesportivo, Poços de Caldas, 21/05/10)

É incrível o que mais de quarenta anos de carreira e tantos sucessos na bagagem podem proporcionar. Uma das coisas é que cada show literalmente pode ser totalmente diferente do outro e ainda assim agradar a todos que assistem. E isso foi o que Rita Lee demonstrou mais uma vez: em mais um espetáculo, pôs o público presente no bolso e proporcionou a todos uma viagem pelo tempo…

Retornando ao sul de Minas após uma ausência de quatro anos, Rita Lee e sua banda transformaram aquela noite pra lá de gelada de outono em uma celebração de sua história musical, que se confunde com a própria história do rock brasileiro. Desde a abertura com a grande “Agora Só Falta Você”, do álbum “Fruto Proibido”, passando por “Vírus do Amor”, um dos grandes sucessos dos anos 1980, o que podia ser visto era uma verdadeira sintonia entre artista e público.

Com seu humor habitual, satirizou as novelas globais e seus sotaques, após agradecimentos em italiano (“antes falava hindu, Ari baba… agora parlo italiano…”), botou uma perucona para homenagear Caetano Veloso, autor de “Baby”, sucesso gravado pelos Mutantes e apresentado aqui com letra em português, e ainda agradeceu à plateia por ter saído de casa em uma noite tão fria dizendo : “eu detesto frio, não dá vontade de sair de jeito nenhum…”. Falando em homenagens, ainda houve o tributo a Michael Jackson, com a participação do sósia e dançarino Nikii Goulart, ao som de “Bad”.

Há ainda de se exaltar a belíssima produção do show, com um telão incrível ao fundo do palco projetando belas imagens e emocionando os fãs mais antigos com a exibição de fotos de toda a vida da cantora durante a clássica “Ovelha Negra”, um dos pontos altos do show, bem como a obrigatória “Doce Vampiro”, e a clássica rocker “Ôrra Meu!”. Outros destaques ficaram por conta da boa nova canção “Insônia”, da dobradinha feita com “Banheira de Espuma” e “Chega Mais”, antecedendo a tradicional “Lança Perfume”, e do final com “Flagra” e “Erva Venenosa”. E Roberto de Carvalho ainda homenageou os velhos ídolos de todos nós, Rolling Stones, tocando a clássica “It’s Only Rock and Roll”…

Foram uma hora e meia que passaram rapidinho, infelizmente, reforçando o velho clichê de que “tudo que é bom dura pouco”. E se desta vez velhos clássicos como “Luz Del Fuego”, “Coisas da Vida” e “Jardins da Babilônia” não deram as caras, quem sabe da próxima vez a Rainha não presenteie seus súditos com elas novamente…

Set List:
Agora Só Falta Você
Vírus do Amor
Pagu
Bwana
Baby
Insônia
Atlântida
Bad (homenagem a Michael Jackson)
Ôrra Meu!
Doce Vampiro
Ovelha Negra
Banheira de Espuma
Chega Mais
Flagra
It’s Only Rock And Roll (Rolling Stones cover)
Erva Venenosa

Publicado no site Whiplash.

1 comentário para Rita Lee (Ginásio Poliesportivo, Poços de Caldas, 21/05/10)

Escreva um comentário