Nos embalos da surpreendente Rita Lee




No embalo da própria preguiça da palavra, o título do show “ETC…” substitui o “et cetera” pois “economizar energia é preciso”, explica Rita Lee. “Oras, para que escrever com todas as letras se podemos usar apenas três?”. O bocejo gaiato ao qual ela se refere é enfatizado ainda mais quando são adicionados os três pontinhos.




Gastando poucas letras, Rita lança mão do dialeto virtual para ampliar o leque de possibilidades sobre o que isso pode significar. Afinal, ETC… sugere a ideia de continuação, e assim por diante. Sem saber muito bem o que esperar – afinal esta é uma cantora sempre surpreendente – o público de Curitiba poderá contemplar o show neste sábado (26), no Teatro Positivo.




Ela, que não é fã da monotonia, adianta que o repertório deste show (assim como os outros) não é fixo. “Me conheço o suficiente para saber que tiro e ponho música conforme dá na telha”. Mas ela tem as suas favoritas, que no caso desta turnê são “Vírus do Amor”, “Banho de espuma”, “Chega mais”, “Atlântida”, “ Orra meu” e “Insônia”.




Dos 64 anos que habita a Terra, 45 foram dedicados à música, principalmente em parceria com o marido Roberto de Carvalho. Ao lado dos irmãos Sérgio e Arnaldo Baptista formou o trio que receberia o nome de Os Mutantes, um dos pioneiros da Tropicália. Depois formou o Tutti Frutti, onde lançou sucessos como “Ovelha Negra”, “Agora Só Falta Você” e “Esse Tal de Roque Enrow”.




Ainda hoje, ela diz que “o prazer de estar no palco depois de tanto tempo permanece tão intacto quanto a máscara dourada de Tutancâmon”. A intimidade que ela conquistou quando está sob os holofotes se reflete na liberdade com que lida com o show, como o figurino, por exemplo.




“Escolho o que vestir na hora, conforme o frio ou o calor. Aliás, já fiz show de pijama e também com o macacão que uso na minha horta. No palco me sinto em casa”, conta.




Mesmo com a turnê ocupando quase todos os horários da agenda, Rita sempre é conquistada por um projeto novo. Agora, está enfurnada no estúdio caseiro gravando um trabalho só com músicas inéditas, mas ainda sem previsão de lançamento.




Serviço:




ETC…
Sábado (26) às 21hs
Teatro Positivo. Rua Prof. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300
Campo Comprido.
Ingressos: R$ 124  Meia: R$ 64 
Venda: Disk Ingressos www.diskingressos.com.br, telefone 41.3315.0808, bilheteria do Teatro Positivo (Segunda à sexta das 09hs às 21hs, sábados das 09hs às 18hs, domingos 02 horas antes de espetáculo e dia do espetáculo das 09hs às 21hs) e nos quiosques dos Shoppings Mueller, Estação e Total.
Informações: 3317-3107








Matéria por Paula Melech publicada no jornal O Estado do Paraná em 23/03/2011.

1 comentário para ETC… em Curitiba – Nos embalos da surpreendente Rita Lee

  • Fabiana @_bibi__

    Lita, sinto sua falta no tuitz….. e na vida, pq vc sempre foi e será uma inspiração pros meus dias…. sabia que minhas duas filhas só dormem te ouvindo??? Pois é, boa influência de berço.
    Querida, não suma. Gostava das suas breakfast histories e dos bocejos que dava em certos usuários, sem se esquecer dos “pows”, ãh?, dãã…. rsrsrsrs
    Beijos e fica com o Roberto (Deus GRego!)-com todo respeito!
    @_bibi__

Escreva um comentário