Virada Cultural: provocação de Rita Lee abre shows em SP


A roqueira Rita Lee inaugurou a Virada Cultural 2011 com uma provocação ao Rock In Rio. A “vovó do rock” disse que o evento é um “cemitério musical perto da Virada Paulista”.


O público de milhares de pessoas que havia recebido com frieza a primeira música, Agora Só Falta Você, vibrou com a provocação aos cariocas.


Rita Lee ainda fez uma crítica aos políticos ao falar sobre a “falta de ação em relação aos problemas da cidade”. “Moro em São Paulo há 65 anos, entra e sai prefeito e governador e eles não fazem p… nenhuma”. Abusando dos palavrões, a cantora não poupou nenhum homem público. “Eu quero que todos se f…, porque nenhum escapa”, completou.


O destaque da apresentação foi a presença de um sósia do cantor Michael Jackson, morto em 2009. “Ele ressuscitou para vir curtir a Virada”, brincou Rita Lee.


Entre os presentes ao show gratuito realizado na Praça Julio Prestes, centro de São Paulo, estava um ator fantasiado de estrela. O artista Luiz Maurício divulgava sua apresentação Palco dos Bonecos, que apresenta no Bar Brahma junto com o cantor Cauby Peixoto. “É um trabalho que homenageia a música popular brasileira”, disse o performer.


Durante a apresentação da cantora, quatro equilibristas foram suspensas por suas costas por um guindaste. Além disso, um globo da morte era montado ao lado esquerdo do palco para a apresentação de motociclistas, parte da programação da Virada Cultural.


Matéria por Hermano Freitas para o portal Terra em 16/04/2011.

Escreva um comentário